14 maio 2017

Os Deuses Indianos e suas orações

Namastê! Você sabia que cada Deus Indiano tem sua oração e que cada um deles tem o seu significado? A religião indiana é milenar e sua tradição é seguida por anos, em minha estada na Índia percebi que os deuses hindus mais clamados e com mais templos são: Ganesha, Shiva, Lakshimi e Krishna. E consequentemente os meus favoritos, portanto irei explicar o significado de cada um deles, é especial e encantador.

GANESHA: O removedor de obstáculos:




Ganesha é considerado removedor de obstáculos, proporcionador do sucesso e da fartura, mestre do intelecto, da sabedoria e chefe do exército celestial, e por isso também, esta divindade é encontrada sempre na porta de todos os templos hindus e na porta das casas dos hindus como o protetor. Ele é representado como uma divindade amarela ou vermelha, com uma grande barriga, quatro braços e a cabeça de elefante com uma única presa, montado em um rato. É, habitualmente, representado sentado, com uma perna levantada e curvada por cima da outra. Em geral, antepõe-se, ao seu nome, o título Hindu de respeito Shri ou Sri.
Ganesha é o símbolo das soluções lógicas e deve ser interpretado como tal. Seu corpo é humano enquanto que a cabeça é de um elefante; ao mesmo tempo, seu transporte (vahana) é um rato. Desta forma, Ganesha representa uma solução lógica para os problemas: é o "Destruidor de Obstáculos". Sua consorte é Buddhi (um sinônimo de "mente") e ele é adorado junto de Lakshmi (a deusa da abundância) pelos mercadores e homens de negócio. O culto de Ganesha é amplamente difundido, mesmo fora da Índia.




SHIVA - O transformador, é necessário destruir para transformar:




Shiva é conhecido como "o destruidor e regenerador" da energia vital; significa o "benéfico", aquele que faz o bem. É considerado o criador do Yoga (Ioga), devido ao seu poder de gerar transformações, físicas e emocionais, em quem pratica a atividade. Shiva é representado por uma figura masculina, normalmente sentado na posição de lótus (com as pernas cruzadas) e caracterizado por possuir quatro braços: dois pousados sobre as pernas, o terceiro segurando um tridente (trichula, que simboliza a trindade Trimûrti), e o quarto está esticado a altura do peito com a mão aberta em sinal de bênção. 

Na cabeça do deus Shiva existe um jarro de água, que representa o poder deste elemento natural que foi concedido aos homens, e que segundo os hindus simboliza o rio Ganges, na Índia. Sob a cabeça de Shiva ainda está uma lua crescente, que quer dizer a renovação constante da natureza. Segundo a lenda, Shiva nunca cortava os seus longos cabelos, que seriam a fonte de todo o seu poder e energia. Na testa, a figura mitológica do deus Shiva tem um terceiro olho (conhecido como o "Olho de Shiva") que simboliza a inteligência e o fogo destrutivo da renovação. 

O deus Shiva, quando aparece acompanhado de Parvati, sua esposa (shakti), possui também a simbologia do "dualismo do Universo", do "masculino" e do "feminino" em união. Ou seja, Shiva também é o deus da fertilidade, quando apresentado com Parvati. 

Como deus da fertilidade, Shiva é representado pelo Linga (órgão reprodutor masculino) e Parvati pelo Yoni (órgão reprodutor feminino). O "Shiva linga" simboliza a materialização da energia vital que existe dentro do corpo de todo o ser vivo. 



Lakshmi : A Deusa da riqueza: 

Lakshmi é uma Deusa Indiana consorte Vishnu, um Deus Protetor, que é muito amada por seu povo. Foi ela que deu a Indra, o Rei dos Deuses, o soma (ou sangue do conhecimento) do seu próprio corpo para que ele produzisse a ilusão do parto e se tornasse o Rei dos Devas. A Deusa Lakshmi significa "boa sorte" para os hindus. A palavra "Lakhsmi" é derivada da palavra "Laksya" do sânscrito, significando o "alvo", o "objetivo".

A mitologia dos Deuses hindus é uma das mais ricas do mundo. A natureza complexa dos Grandes Deuses como Brahma, o Criador, Vishnu, o Protetor, e Shiva, o Destruidor e suas consortes, está representada em muitos mitos cheios de ação, aventura e romance. Esses mitos materializam o espírito sutil e generoso do próprio hinduismo.



Oração para Lakshmi:
"Lakshmi,
Deusa da Fortuna e Abundância,
Das riquezas de Deus no alto,
Teus tesouros vindos do Sol
Derrame sobre nós!
Coração com a Luz sintonizado,
Poder para do céu trazer
Riqueza que o plano expande para todos os homens
Dos Mestres Ascensionados !
Afina nossa consciência com a tua!
Amplia nossa visão e faz-nos ver
Que a riqueza é para todos os de Fé
Que chamam Deus e pedem para o chamado descer.
Que desça até nós, mandando-nos
Farto MANÁ da mão de Deus com igualdade
Para que aqui como no alto,
Expressando Amor a Deus,
Recebamos Saúde, Força, Abundância e Prosperidade!

Assim seja e assim será!



Krishna: O Deus do Amor:


O Deus do amor. Krishna é um dos principais nomes de Deus e significa “o todo atraente”. Nos Vedas encontramos muitos e muitos nomes para Deus, pois para cada qualidade, podemos ter um nome. Como Deus tem qualidades ilimitadas, tecnicamente Ele tem ilimitados nomes. Porém, o nome Krishna tem uma conotação muito especial, pois refere-se ao aspecto mais atraente, íntimo e completo de Deus. Krishna é a Suprema Personalidade de Deus, a Verdade Absoluta, a fonte de tudo e a causa de todas as causas. Nas escrituras, especialmente o Srimad Bhagavatam, existem explicações detalhadas de Sua morada, Sua aparência, Seus passatempos, Suas expansões, Suas energias, etc. Ele é dotado de seis opulências, todas ao grau infinito:beleza, força, sabedoria, riqueza, fama e renúncia. Ele sabe tudo que aconteceu, tudo que está acontecendo e tudo que vai acontecer. Ele é infinitamente misericordioso. Ele é o beneficiário de todos os sacrifícios e austeridades, o Senhor Supremo de todos os planetas e semideuses e o benfeitor e bem-querente de todas as entidades vivas.

Fonte: yogui.co

O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você!
Postar um comentário
© Carol Sem Roteiros - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Leonardo Nery e Caroline Moreira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo